Sou Carlos Alberto Yates, técnico em mecânica. Nasci em março de 1958 e sou estudioso da Doutrina filosófica Racionalismo Cristão.Tenho grande interesse em assuntos que envolvam UFOs e agroglifos pois consigo fazer uma interação entre estes assuntos e a Doutrina que professso. Pesquiso e retiro dados dos seguintes sites: Livros Racionalismo Cristão 43ª edição e A Vida fora da Matéria; Lucy Pringle; UFOLOGIA-Brasil.

Agroglifo da Córeia do Sul - Por Carlos Alberto Yates

Estudo 22 - Neste desenho da Coréia do sul temos duas fileiras sinuosas onde estão representadas em cada uma 17 círculos inscritos dentro de um grande círculo dividido em quatro círculos. 

No perímetro do círculo externo maior temos um círculo branco que para mim significa que é um planeta e um círculo menor próximo à este círculo branco.
Temos também diametralmente oposto outro círculo, só que não é branco, e está na cor verde, dos gramados do lugar. Para mim isto significa que o círculo branco representa um planeta mais evoluído, por exemplo, a Terra (6º), que irá levar uma informação(círculo branco menor) ao planeta novo, primitivo (7º), que está representado em verde.

Podemos deduzir que o planeta “de cor branca” é aquele que envia a informação, e que ele bem como esta, estão na mesma órbita do planeta “de cor verde” podendo ser interpretado como sendo pertencentes a um mesmo nível hierárquico, ou seja o nível de planeta-escola.

Sendo que o planeta primitivo está em verde para representar a sua juventude, pois dizemos que algo quando não está maduro está verde, e também para representar a sua imensa cobertura, ainda vegetal.

Os aliens fizeram um desenho em cima de algo que também pode representar as fases da lua. Talvez fizeram isto para chamar mais atenção, mas como sabemos muitas coisas têm mensagens mais profundas conforme sejam vistas por pessoas que as olhem sob parâmetros também mais profundos. 

Acredito que em várias mensagens os aliens sobrepõem informações inclusive relativas a astronomia àquelas que realmente querem nos passar. Outra coisa: cada fileira têm 17 círculos (dezessete é o número de classes de espíritos que reencarnam por aqui para aprendizado).

Se no encontro delas contarmos no sentido inverso ao que vínhamos contando encontraremos mais oito círculos. Então veja que 17 + 8 perfazem 25 (sendo que as classes compreendidas entre 18 e 25 perfazem o mundo depois da categoria de Branco que é o Diáfano).

 Depois no mesmo sentido anti-horário, já na outra fileira, temos mais 8 círculos compreendidos até onde as duas fileiras se encontram. Então 25 + 8 são 33, o que nos leva a dizer que temos então representados os espíritos da 26ª à 33ª categoria perfazendo o mundo de Luz Puríssima.

Ademais temos que a figura se apresenta como dois “oito” estilizados e que: 2 x 8 = 16. E que 16 + 17(da fileira)= 33 classes. Podemos também perceber que os 4 círculos internos podem ser vistos como 4 vezes a representação do número 8. Como sabemos o 8º atributo do espírito segundo a Doutrina Racionalismo Cristão é a lógica e entendo o número 8 como sendo representante da lógica Universal.

Outra coisa, o tamanho de cada um dos círculos pode ser indicativo de uma espécie de censo demográfico, ou seja, da quantidade aproximada do que se tenha hoje reencarnada aqui na terra, de cada uma das 17 classes ali representadas.

Uma espécie de censo demográfico espiritual mundial. 

Pois podemos ver que as primeiras cinco categorias que são as mais primitivas e cujas populações já estão em franco desaparecimento da face da Terra estão representadas por círculos bem pequenos. Temos um aumento “populacional” a partir da 6ª categoria sendo que as maiores densidades são representadas pelas categorias 11ª, 12ª e 13ª, sendo que daí para frente na direção do encontro das duas fileiras, ou seja, até o 17º círculo a densidade populacional relacionada às quatro classes mais evoluídas restantes vai também diminuindo.

Considero também que os 4 círculos inscritos no círculo maior representam os 4 mundos de origem dos espíritos que reencarnam aqui na terra: materializado, opaco, Branco e Diáfano, denotando que não há atualmente nenhum espírito na terra proveniente dos mundos de Luz Puríssima. E como nos diz a Doutrina Racionalismo Cristão os espíritos provenientes destes mundos ao reencarnarem se misturam intensamente para formação dos povos e para conseguirem alcançar a evolução que necessitam.

E o entrelaçamento entre os 4 círculos pode nos dar a entender exatamente esta mistura das classes reencarnadas na Terra. Então o que eu acredito é que, simplesmente, está havendo um contato entre raças diferentes, só que de mundos também diferentes.

O que está nos causando espanto e medo, seria como Cristóvão Colombo ou Pedro Álvares Cabral, chegando ao novo continente, vindos de uma civilização muito mais adiantada.

Tanto é que tivemos certo tempo atrás um vôo rasante de espaçonaves (ufos) na América Central, cujo vídeo está no site do Youtube, como se fosse uma reedição da chegada daqueles navegadores ao novo mundo, só que desta vez são aliens chegando ao novo mundo.

Agroglifo da Córeia do Sul
Por Carlos Alberto Yates