Sou Carlos Alberto Yates, técnico em mecânica. Nasci em março de 1958 e sou estudioso da Doutrina filosófica Racionalismo Cristão.Tenho grande interesse em assuntos que envolvam UFOs e agroglifos pois consigo fazer uma interação entre estes assuntos e a Doutrina que professso. Pesquiso e retiro dados dos seguintes sites: Livros Racionalismo Cristão 43ª edição e A Vida fora da Matéria; Lucy Pringle; UFOLOGIA-Brasil.

Uma mensagem lógica num belo desenho - Por Carlos Alberto Yates

Estudo 17 - Temos neste agroglifo construído em Milk Hill-Wiltshire, Inglaterra, em agosto de 2001 a representação de algumas atividades evolutivas planetárias.

Para mim esta figura é um fluxograma planetário. Vemos que existem 6 fileiras curvas de 13 círculos partindo de um centro e interceptando uma outra fileira curva de círculos bem ao centro desta ou seja no 7º círculo.
Fonte: Lucy Pringle
Na minha maneira de estudar os agroglifos entendo que estes círculos são planetas em diferentes posições evolutivas.

Então um planeta "nasce" ou desprende-se do Centro Criador Inteligente do Universo, ao centro da galáxia, e ao chegar, pela passagem do tempo, à condição de planeta primitivo ou 7º planeta é contatado por outro planeta de classe 6 ou escola.

Então o 7º planeta ao chegar, pela evolução no tempo, à condição de 6º planeta ou planeta escola cumpre uma das tantas missões desta classe de planetas que é contatar outro planeta primitivo classe 7.


Também é do conhecimento de todos, que a busca por vida em outros planetas é um fato.

Isto se repete ao infinito envolvendo novos planetas escolas e primitivos, então para mim, é uma lógica, e a lógica é o 8º atributo do espírito, segundo a Doutrina Racionalismo Cristão, assim temos neste desenho a representação de 3 “oitos” bem estilizados, talvez até numa referência aos 3 planetas-escola que deverão se unir e atuarem junto no planeta primitivo.

Outra coisa são as 6 linhas curvas de círculos numa clara referência à categoria de mundo 6 na qual se insere a terra e os outros 2 planetas aliens que acredito vão nos contatar para termos condições de alcançarmos o planeta primitivo. Se contarmos do 7º planeta para trás vamos ver que o centro é a 8ª posição, isto é onde impera a lógica absoluta, ou seja a Inteligência Universal.

Este caminho de volta ao centro criador ou Inteligência Universal, é o que percorre o mundo-escola (6º) que contata o mundo primitivo (7º), pois passa pelas seguintes classificações a saber: escola, materializado, opaco, Branco, Diáfano e de Luz Puríssima, e que quando cumpre sua missão no universo desintegra-se, obedecendo as leis naturais, e sua matéria prima é reaproveitada para a confecção de novos mundos.

E para cumprir sua missão aquele planeta-escola a medida que evolui interfere construtivamente em mundos primitivos surgidos do centro criador universal. Quanto mais evoluído for o mundo (materializado, opaco etc..) mais atrás na história do mundo primitivo ele interferirá.

Ou seja, o mundo primitivo só ocupará a 7ª posição depois de sofrer a interferência de seis fases diferentes de mundos também em evolução.

Para obtermos esta interpretação devemos contar 6 posições do centro até 1 posição antes do 7º círculo e depois contarmos mais 6 posições a partir da 1ª depois do 7º círculo em qualquer das fileiras.

Não é algo complicado, basta observarmos com atenção que iremos perceber que estamos diante de mais uma mensagem cifrada.

Podemos ainda identificar neste agroglifo os seguintes aspectos científicos, se alocarmos nele a teoria do RC de que existem 5 tipos de mundos acima do nosso:

=> 1º - Curva de Gauss: vemos que um mundo "nasce" do centro do desenho, "caminha" ou evolui por 7 posições até chegar à 7ª posição, em destaque (pois é o círculo de maior diâmetro da fileira curva), esta posição como vimos acima é a do planeta primitivo (7º) cujo está no auge de seu viço com sua vida com florestas, rios e mares totalmente intocados, limpinhos, como fomos a alguns séculos atrás.

Após esta posição vemos que este mundo (7º) "caminha" mais seis posições encontrando-se agora na posição de 6º mundo ou planeta escola (igual aTerra) e está no fim da curva de Gauss ou seja no fenecimento, momento em que contata um mundo primitivo (7º) na linha curva que intercepta.

Nosso planeta como sabemos está esgotando rapidamente seus recursos naturais, portanto enquadramo-nos nesta posição. Ou seja deduzo que quando, ciclicamente, um mundo escola (6º) está esgotando seus recursos naturais ele irá contatar um mundo muito mais novo(primitivo), em pleno viço.

A curva de Gauss todos sabemos delimita a vida de um ser em um ciclo onde está representado o nascimento, o viço e o fenecimento. Mas acredito que nosso contato com o mundo primitivo só será efetivado depois dos aliens nos contatarem, pois aí sim teremos tecnologia para viajarmos até ele.

=> 2º - Na natureza nada se perde nada se cria tudo se transforma (Lavoisier). 

Vemos no desenho, conforme descrição acima, que o planeta 7º (primitivo) recebe o contato do planeta 6º (escola). O planeta contatado (7º) segue então na linha curva, evoluindo seis posições, e ao atingir a posição de 6º mundo irá, dando vazão ao interminável ciclo, contatar um outro planeta 7º (primitivo). Agora, o planeta que contatou, ou seja o 6º planeta, segue na direção do centro criador universal (sentido inverso ao do contatado, na mesma curva), representado pelo círculo ao centro do agroglifo, ou seja o planeta 6º evolui pelas posições 6, 5, 4, 3, 2, e 1 que finalmente desintegra-se no universo e sua matéria é então reaproveitada pela natureza para a criação de outros planetas, dando vazão à lei de Lavoisier citada.

Como nosso planeta pode ser comparado a um ser humano, pois é vivo em sua biosfera, podemos dizer que, igualmente às pessoas, quando ele foi novo passou por muitas transformações e guerras, e que agora na sua velhice irá, como um ser humano que evolui, dedicar-se a vida espiritual a partir da descoberta de um novo planeta, deixando de viver tão intensamente a vida material, pois como planeta está desgastado e seus habitantes estão mais maduros.

Uma outra coisa é que existem 13 círculos em cada curva, mas se somarmos a estes o círculo central que é comum a todas as 6 curvas temos em cada curva de círculos 14 círculos que multiplicados por 6 temos 84, exatamente a mesma quantidade de planetas encontrados no grande “8” de agosto de 2008.

Outra coisa é que temos um total de 55 círculos menores em cada curva de círculos maiores.

Então 55 x 6 = 330, de onde tiramos que 3 + 3 = 6 e também que 33 + 0 = 33 ou seja, numa analogia, temos em 6 tipos de mundos um total de 33 categorias espirituais, o que mais uma vez confere com os ensindos da Doutrina RC.

Também se somarmos 55 + 13 + 1 (círculo central comum a todas as curvas) + 3 (círculos pequenos que, notadamente, estão faltando por falta de espaço), temos um total em cada curva de 72, que como sabemos representa 12 séries de 6 planetas, isto é 12 séries sem seus planetas primitivos, pois de acordo com o grande “8” de agosto de 2008 temos um total de 84 mundos pois ali todas as 12 séries são de 7 mundos, ou seja estão completas cada uma com seus mundos primitivos.

Tanto o grande “8” como a formação de Milk Hill foram confeccionados em agosto devido a que este seja o 8º mês e isto indica que a lógica é considerada como o 8º atributo do espírito, bem como o 8 está associado à lógica do universo. E isto devido a que o espírito vive sua etapa evolutiva em 7 tipos de mundos e após isso, isto é após atingir a 33ª categoria espiritual ele penetra na Inteligencia Universal que seria uma espécie de 8ª morada do espírito e onde existe a lógica absoluta.

Esta formação é um fluxograma planetário. Temos 12 trilhas de trator e 11 faixas de cereal plantado. 12 representa a quantia de mundos de vida ainda material presentes em 3 séries de 7 tipos de planetas e 11 é uma alusão aos 11 atributos do  espírito. Se considerarmos as trilhas como duplas temos 24 que é a quantia de mundos de vida ainda material presentes em 6 séries de 7 tipos de mundos.

Em cada curva temos 13 círculos, onde o círculo bem ao centro é o planeta primitivo.

Resumindo, pega-se qualquer uma das 6 curvas e conta-se, a partir do centro do agroglifo, 7 posições e temos o mundo primitivo. Depois conta-se 6 posições a partir do 1º círculo após o que representa o mundo primitivo no centro da curva. No final desta 6ª posição temos o planeta escola ou classe 6.

Uma mensagem lógica num belo desenho
Por Carlos Alberto Yates