Sou Carlos Alberto Yates, técnico em mecânica. Nasci em março de 1958 e sou estudioso da Doutrina filosófica Racionalismo Cristão.Tenho grande interesse em assuntos que envolvam UFOs e agroglifos pois consigo fazer uma interação entre estes assuntos e a Doutrina que professso. Pesquiso e retiro dados dos seguintes sites: Livros Racionalismo Cristão 43ª edição e A Vida fora da Matéria; Lucy Pringle; UFOLOGIA-Brasil.

Analogia entre os agroglifos e a teoria da evolução dos planetas - Por Carlos Alberto Yates

Estudo 7 - Temos este agroglifo onde três círculos se unem à um círculo central, construido em julho de 1999, em Warnford-Hampshire, Inglaterra.

No círculo central estão colocados, junto a ele, dois pequenos círculos.
Fonte: Lucy Pringle
Entendo que já existem no planeta primitivo (círculo central) duas categorias de espíritos encarnadas (as duas primeiras dos planetas materializados).

Temos na intersecção entre cada um dos três círculos e o círculo central uma sinalização de três pequenos círculos (mais três categorias de espíritos).

Isto para mim significa que existem três planetas do mesmo nível do nosso (escola) e que deverão ser contatados para começarem a enviar espíritos (da 3ª, 4ª e 5ª primeiras categorias) para o planeta primitivo, pois o planeta materializado que irá nos contatar já começou a "colonização" do planeta primitivo, enviando para a reencarnação as duas primeiras categorias, e nós juntamente com os outros dois planetas-escola seremos alçados em breve à condição de materializado.

Os três círculos entrelaçados à um central representam a confluência de objetivos dos tres planetas-escola(a terra é um deles)em relação ao novo planeta-primitivo ou 7º planeta.


O desenho se insere em 4 trilhas de trator + 3 faixas de cereal plantado que se somadas nos fornecem 7 ou uma referência à 1 série de 7 tipos de mundos. Se considerarmos as trilhas de trator como sendo duplas temos  4 x 2 = 8, que  somado a 3 nos fornece 11 numa alusão aos 11 atributos do espírito.

Cont... estudo 7 - Já neste agroglifo, representado dentro de círculo vazado, de cubo em perspectiva. Foi construído em Honey Street-Wiltshire, Inglaterra, em julho de 1999.
Fonte: Lucy Pringle
Um cubo tem seis lados, mas se olharmos somente a figura como sendo plana veremos um hexaedro, ou seja uma figura plana com seis lados também.

Afirmo que somos considerados como o sexto planeta.

Vemos dentro deste cubo uma figura de um círculo (verde como a figura de agroglifo da Coréia do Sul) o que significa também que pode ser o planeta primitivo pois está incluso na figura representativa do 6, ou seja está englobado pelo número 6 e portanto deve ser o número 7, planeta de categoria hierarquicamente inferior ao 6 (terra) pois está dentro do cubo e não fora englobando-o.

Portanto quem se sobrepõe a algo está contendo algo que só pode ser contido por dependente do que lhe engloba.

Vemos que neste círculo do centro existe também três divisões iguais, o que poderia estar representando uma participação equalitaria de três planetas sendo que existe um círculo (vazado) pequeno que pende o hexágono e adentra ao planeta verde do centro.

Isto pode representar uma categoria de espíritos a ser levada pelo 6º planeta (a Terra) para juntar-se as duas outras categoria de espíritos que já lá estão. Digo que o número oito (oitavo atributo do espírito, a lógica) tem significado universal, pois nossa linguagem e mesmo estes números foram implantados por seres que, no passado vieram aqui com suas capacidades a serviço de hierarquias Superiores as quais traçam as metas, as linhas mestras da evolução em planetas inferiores hierarquicamente falando.

Assim como a Obra Básica nos revela Verdades Universais, a matemática também o faz, enfim todas as ciências também fazem isto.

Entendo que estamos diante de um fato que vem materializar a confluência de tudo que estudamos até aqui em todas as ciências, ou seja a vida é semelhante, como diz a Obra Básica: miríades de planetas...

Ou como Giordano Bruno disse: Os planetas que rolam no universo não são nem mais nem menos habitados do que a terra.

Então se o número oito significa o infinito que equivale-se à lógica isto é um conceito universal e foi também implantado aqui para que não destoassemos da cartilha de aprendizado universal e quando tivéssemos que encontrar outros colegas (planetas) de igual nível ou mesmo de uma outra categoria imediatamente superior (leia-se da classe dos materializados) estívessemos num mesmo mínimo nível em todos os sentidos.

Temos também 5 trilhas de trator e, +  4 faixas de cereal plantado que somados nos fornecem 9 ou uma referência aos 9 planetas de vida já somente espiritual presentes em 3 séries de 6 ou de 7 tipos de planetas. Se contarmos as trilhas de trator como sendo duplas temos  5 x 2 = 10, que somados às 4 faixas de cereal plantado nos fornecem 14 numa alusão às 2 séries de 7 tipos de planetas que evoluem atreladas mais proximamente.

Mais uma analogia entre os agroglifos e a teoria da evolução dos planetas
Por Carlos Alberto Yates